Melhor ator coadjuvante

Senhoras e senhores, estamos aqui para apresentar um prêmio muito importante em nossa cerimônia. Todos sabemos que um bom espetáculo é comandado por seus protagonistas, mas eles não seriam tão únicos se não houvesse os coadjuvantes. Na maioria das vezes, eles são apenas obstáculos no caminho dos heróis, mas podem ser capazes de roubar a cena de vez em quando. Vamos então aos indicados da noite!

a)      Novak Djokovic
b)      Robin Soderling
c)      Andy Murray
d)      Stanislas Wawrinka
e)      Nikolay Davydenko
f)        David Ferrer

E o vencedor é……………………………. NOVAK DJOKOVIC!

Obviamente, a lista de indicados foi feita antes de Nole ganhar o Aberto da Austrália. Levava em conta o fato de Murray já ter feito duas finais de Slam, além dos campeões dos torneios preparatórios. Agora, depois do fim do torneio, podemos riscar o russo sem dó da lista (Davydenko perdeu na estreia). Wawrinka e Ferrer foram muito bem, fazendo bons jogos contra jogadores superiores, mas nada que mereça um prêmio.

Soderling foi a grande decepção do Open para mim. Esperava um jogo duríssimo contra Murray (talvez até que ele vencesse) e mais sufoco contra Nadal. Mas ele simplesmente parou de jogar no meio da partida contra Dolgopolov. O mais curioso é que até o começo do segundo set, tudo indicava que seria uma lavada do sueco, porque ele ganhou o primeiro em menos de meia hora. Mas o tênis sempre surpreende. De qualquer forma, por ter melhorado seu desempenho em relação ao ano passado, ele permanece como quarto do mundo, à frente do finalista consecutivo do torneio. Injusto.

Sobraram então Djokovic e Murray na luta para derrubar os dois monstros. O escocês deu uma tremenda sorte (no papel… é possível que jogasse mais motivado e ligado contra o Nadal) e o número 1 do mundo caiu antes do esperado. Enquanto o sérvio fez uma belíssima partida contra Federer, o ________________ (preencham com britânico ou escocês) esteve MUITO perto de uma derrota ou de ter que ir ao quinto set na semi. Murray não conseguia emplacar uma sequência boa de pontos. Seus games de serviço eram um martírio, até o momento em que ele salvava break-points com o saque. Naquela partida, já era claro quem era o favorito na final.

Nada surpreendeu de verdade na vitória de Djokovic. Talvez o quanto Murray se mostrou acanhado e desequilibrado mentalmente, mas isso não é uma mudança de padrão tão grande para ele. O que mudou consideravelmente nos últimos seis meses foi a postura de Djokovic em quadra. Nada de cabeça baixa, lamentos, reclamações. Aquela partida contra Federer em NY e a Copa Davis parecem ter enterrado de vez aquele menino chorão. Bom para ele e bom para o tênis.

Uma diferença clara que eu vejo entre os amigos-e-rivais-desde-crianças-separados-por-uma-semana-de-nascimento é maneira com que eles lidam com o fator “pressão nacional”. Mesmo que a Inglaterra (ou será só a sua imprensa?) seja um país que dá muito mais importância para o tênis do que a Sérvia, acho que o fio da meada está na personalidade deles. Nole é um cara que gosta de plateia, de estar no centro, de ser o herói sérvio.

Já o Murray sempre tem uma postura de quem quer jogar a partida e sair correndo, vencendo ou perdendo. Ele é um cara introvertido, que não gosta de ter que se expressar daquela forma politicamente correta das entrevistas, de sorrir. Por mais que ele seja grato ao apoio da torcida, a impressão que dá é que ele não gostaria que eles estivessem lá. Prefere estar sozinho, perder sozinho e ganhar sozinho. Talvez por isso a imprensa pegue tão pesado com ele, por querer alguém que “sangre” mais.

Pensando no resto da temporada, vejo Federer e Nadal muito favoritos para Roland Garros e Wimbledon. O US Open é mais propício para surpresas e para o Murray. Agora é esperar se mais algum tenista se candidata ao prêmio de melhor ator coadjuvante até lá.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Grand Slam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s